Nós estamos revolucionando a ideia de banco, que foi construída ao longo de séculos. Sem tarifas, sem agências e sem burocracia, somos o melhor resultado da soma entre inovação e solidez.

Acreditando no poder da transformação digital, nos lançamos no varejo em 2015, ainda com 12,9 mil correntistas. Desde então, nosso propósito é a Revolução Bancária, uma revolução do nosso jeito: com parceria, transparência, simplicidade, segurança e experiência. Com uma estratégia sustentável, fomos o primeiro banco a oferecer abertura de contas pelo aplicativo e com um serviço 100% digital e completo.

Nossa abertura de capital e o crescimento exponencial no número de clientes refletem uma responsabilidade ainda maior com os nossos stakeholders. Por isto, nossa área de Sustentabilidade Empresarial foi criada em 2019 para mensurar o impacto positivo que temos causado e nosso ecological footprint. Assim, desenvolveremos projetos que ajudem ainda mais a sociedade rumo ao desenvolvimento sustentável.

Guiados pelos seguintes pilares de atuação: Financeiro, Ambiental, Social e seu alicerce, a Governança, neste primeiro ano de atividades, realizamos nossa primeira escuta ao stakeholders e Matriz de Materialidade. Passos primordiais da elaboração de nossa estratégia de sustentabilidade adequada ao modelo de negócios do banco e à percepção de nossas partes relacionadas.

No próximo ano iremos realizar um diagnóstico de sustentabilidade englobando os temas materiais e os diferenciais de sustentabilidade que só um banco com o nosso modelo de negócios tem!

Em relação ao pilar social, já realizamos diversos projetos, listados a seguir:

descrição

Museu Inimá

Nós apoiamos, desde 2016, o projeto “Criança no Museu”, do museu Inimá de Paula em Belo Horizonte. O projeto existe há 5 anos e contempla alunos e professores da rede estadual e municipal, que realizam visitas lúdicas e monitoradas às exposições em cartaz e às dependências do museu. Durante a visita, as crianças são presenteadas com um kit com o material didático para o dia e também com um lanche. Em 5 anos de existência, o Criança no Museu já recebeu mais de 50.000 estudantes.

descrição

Cidade dos Meninos de São Vicente de Paula

Recebe nosso apoio desde 2002 e tem por objetivo proporcionar a adolescentes carentes uma formação humana e profissional de qualidade, oferecendo escolas de ensino médio e fundamental, reforço escolar e cursos profissionalizantes, além de desenvolver atividades esportivas e culturais.

descrição

Órbi

Iniciativa conjunta do Banco Inter, MRV e Localiza com os empreendedores do San Pedro Valley. O Órbi é um espaço colaborativo que estimula a inovação e a geração de negócios onde startups podem se conectar, trocar conhecimento e desenvolver uma trajetória de sucesso.

descrição

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Buscando incentivar a cultura e levar as programações artísticas para um público cada vez maior, o Banco Inter é um dos apoiadores culturais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

descrição

AOPA – Associação das Obras Pavonianas de Assistência

A instituição social tem sede em Belo Horizonte e dedica-se ao atendimento integral de crianças e à profissionalização de jovens e adultos de comunidades do entorno (Barragem Santa Lúcia, Morro do Papagaio, Vila São José, Conjunto Santa Maria, Vila Leonina, Vila Estrela, Morro das Pedras, dentre outras). 

descrição

CEAP – Centro Educacional Assistencial Profissionalizante

ONG sem fins lucrativos fundada em 1985 e que atua no modelo de escola profissionalizante gratuita. Ela oferece anualmente cursos de formação e qualificação profissional para mais de 1.000 jovens entre 10 e 18 anos, desde que matriculados no ensino regular.